domingo, 2 de setembro de 2007

Mário Crespo - Por uma questão de Justiça!



É o meu jornalista de referência. Apresenta o meu noticiário televisivo preferido, o Jornal das 21 na SIC - Notícias. Escreve na revista Única do Expresso artigos que confirmam o meu fascínio.

Um jornalismo com rigor e paixão. Um exemplo para todos nós.

Nunca me hei-de esquecer de um momento inolvidável protagonizado por ele. Em pleno Jornal das 21, Mário Crespo começa a entrevistar um seu convidado:

"Desde já informo que sou amigo pessoal do entrevistado".

Pasmei! Foi a primeira vez que assisti a algo do género. Honestidade intelectual.

Por isso mesmo, quando vejo alguma blogosfera (ligada ao BE) a levantar suspeitas sobre a sua honestidade e o seu rigor a propósito da entrevista a Francisco Louçã e ao menino do milho transgénico, só posso levantar a minha voz em solidariedade e apoio a este jornalista de referência.
O Bloco de Esquerda e alguns intolerantes não estão habituados a rigor jornalístico. Costumam beneficiar de "boa imprensa". Sobretudo por parte dos jornalistas que passeiam pelas listas do Bloco. A independência de Mário Crespo aflige-os. Muito. Pudera.
O Major Valentim Loureiro não o suporta. Mário Soares não gosta dele nem pintado. Agora é a vez de Louçã. Tudo bons rapazes.

Não são um problema para Mário Crespo. São medalhas. De bom Jornalismo.

Obrigado Mário Crespo.

3 comentários:

Pedro Póvoas disse...

Fernando, viste a entrevista que ele fez ao gajo da Verde Eufémia? Arrepiante!

FMS disse...

Impressionante caro PDF!!!

NaRiZiNHo disse...

De facto é um grande jornalista. Por cá também se vê muitas vezes esse noticiário, uma vez que o Marido também o admira muito.
:-*